domingo, 05 junho 2016 20:03

DIA 0

Apesar do assunto ter sido comentado quase desde o início do ano, a minha participação, como fotógrafo, no Campeonato Europeu de Triatlo de 2016 na bela cidade de Lisboa, só foi efetivada nas semanas que antecederam o evento. E o dia de ida foi marcado no próprio dia, o "dia 0". Não nomeio ninguém, para não incorrer em falhas, agradeço a todos os que tornaram possível a minha presença e participação.
Para mim, além de diversão e trabalho, era um desafio e uma responsabilidade.
Fiz trabalho prévio de investigação. Desde ver imagens de desporto feitas por profissionais, estudar composições, tirar ideias, analizar percursos... consciente que, na hora, a pressão é grande e acabamos por cair em imagens de rotina para minimizar erros. Por vezes, não arriscamos e perdemos à mesma o momento. As fotografias seriam publicadas diretamente do cartão, fazer o melhor possível no imediato foi a minha regra. Não havia tempo para recortes, endireitar horizontes, contrastes e afins.
Sei que estou longe de profissional e continuo a afirmar que o que gosto mesmo é de fotografar sem compromissos. Assumo o meu amadorismo e, talvez por isso, a atitute de alguns, ditos, profissionais me tenha admirado. Mas não nego desilusão quando soube o meu papel, fotógrafo de facebook. Compreendo, amador é amador. Vale mais um profissional que não conhece o desporto do que um amador (desabafo).
Apesar do desabafo, faço questão de frisar:

Gostei muito!

Fiz imensas imagens, muito lixo à mistura. Com calma vou brincar com as melhores fotos e irei partilhando a minha visão do que foi o Médis European Championship Triathlon, Lisbon 2016.
Não descreverei as fotografias, terão de se defender sozinhas. No "dia 0" demos uma pequena volta de reconhecimento, à noite. As primeiras imagens feitas com o pensamento no Europeu de Triatlo.

segunda, 23 maio 2016 20:35

EM TESTES

Não tenho feito muitas longas exposições, mais por falta de tempo do que de paciência. Quando as faço, procuro locais perto de casa, a maioria no mar ou ao longo do percurso do rio Âncora. Há locais que visito com frequencia, outros passam ao esquecimento, não por serem menos bons, o volume de imagens é tão grande que fazemos uma seleção automática, nem sempre de qualidade.
Há alguns anos estive num sítio a brincar com os filtros da Lee. Na semana passada, vi uma imagem na internet que me fez ir rebuscar a fotografia. Encontrá-la foi mais fácil que voltar, percorri o rio e não voltei. Decidida a fazer uma longa exposição, parei num qualquer recanto. Tive tempo para uns testes, antes de caírem os primeiros pingos de chuva, dos quais aproveito as duas imagens que se seguem.
Uma com o filtro Big Stopper e 110 segundos de exposição. A outra com um filtro densidade neutra 0,9 e menos de 1 segundo, tempo suficiente para se notar o movimento da água corrente.
Eu gosto de ambas, duas fotografias igualmente diferentes.

sábado, 21 maio 2016 22:13

ACORDAR

Neste mesmo local, várias manhãs tive vontade de encostar e fotografar. Há uns anos aproveitei o sinal vermelho e fiz um instagram. Ontem, apesar do cenário estar fantástico, ainda hesitei um breve instante. Ía a caminho do trabalho e não me queria atrasar. Uma imagem destas é díficil repetir, comigo no sítio certo, na hora certa, mais difícil é. Acabei fazendo pisca para a direita e antes que o cenário não passasse de mera ilusão, fiz algumas imagens.

segunda, 16 maio 2016 20:52

MANTER A TRADIÇÃO

Há alguns anos que vamos à Sra. da Cabeça no ultimo dia da romaria. Para mim a primeira romaria do ano.
Hoje cumprimos a tradição.

sábado, 14 maio 2016 12:37

[...]

De regresso ao trabalho. O Ribatejo ficou para trás.
Uma ausência de vários dias, nos quais desliguei das redes sociais e avancei com outros projetos.
Como o trabalho não se faz sozinho, vou aproveitar este dia humido para retomar o que deixei pendente.

segunda, 25 abril 2016 17:18

AMANHECER EM CASCAIS

O fim de semana foi diferente, esteve um tempo excelente, caminhei, andei de bicicleta, tive duas visitas inesperadas e foram três dias de descanso. Para continuar a ser diferente, hoje publico mais do que costumo.

Este panorama foi feito no fim do verão, dia do triatlo longo de Cascais. O amanhecer foi excelente, apesar de não termos nuvens, o dourado que cobriu o céu criou uma tonalidade muito bonita.

segunda, 25 abril 2016 11:34

SURPRESA

Quando estamos a entrar no primeiro sono e o telemóvel toca, acordamos aturdidos, duvidando se é sonho ou realidade. Foi o que me aconteceu na passada sexta-feira.
O novo dia tinha 30 minutos quando atendi o telemóvel pensando "porque me liga a patroa a esta hora!?!". À voz de comando "vai à porta porque eu tive um pesadelo", pensei que só podia ser um sonho. Ninguém é completamente louco para me acordar porque teve um pesadelo; A 320km sonhou que estavam ladrões a tentar entrar na minha casa e, pior, manda-me ir ter com eles e abrir-lhes a porta! Passada a incredulidade inicial e ainda com os olhos semi-cerrados lá me decidi a ir espreitar. Como era suposto, tudo escuro e calmo, não ouvia vivalma no exterior.
A voz continuava a comandar os meus passos "abre a porta e vai à rua!". Nesta fase apesar de saber quem ía encontrar do outro lado, confesso, abri a porta com algum receio, o sono impedia-me de raciocinar. A certeza do que ía acontecer igualava com a dúvida.
Foi uma excelente surpresa ver não um mas dois amigos de mochilas às costas.

Descansamos algumas horas e bem cedinho, partimos à aventura!

sexta, 22 abril 2016 20:39

POR DO SOL FALHADO

Após dois fins de tarde consecutivos a ver de casa, um por do sol com umas cores fantásticas, hoje decidi ir para a rua esperar a noite.
Uma tentativa falhada, hoje esteve um final de tarde banal.

quarta, 20 abril 2016 21:08

UMA ORQUÍDEA

Uma orquídea para lembrar à Primavera que basta de chuva.

domingo, 17 abril 2016 21:14

4.a ROTA DO GARRANO

Hoje foi um domingo saudável. Levantei cedo e fui para o monte fotografar uma prova de BTT.
Obrigada à organização pelo convite. Obrigada ao amigo e fotógrafo Américo Dias pela companhia.

A chuva e o nevoeiro estragaram algumas fotos mas não a boa disposição.

Posted by Rossana Ferreira on Sunday, April 17, 2016
quinta, 14 abril 2016 21:12

PIÓDÃO - ALDEIA HISTÓRICA

Ontem passei a noite a ver fotos, a minha história na era digital. Percorri várias pastas desde 2003 até 2014, Natais, aniversários, reuniões com amigos. É engraçado ver como mudamos.
Foi um pedaço de noite bem passado, não sobrou espaço para publicar

Hoje decidi que devia procurar uma foto. Fui ver o que tinha adiantado e encontrei este panorama da aldeia do Piódão.
Um dia frio de junho, à vinda do Duatlo de Pampilhosa da Serra passamos por Piódão. Se havia de chover, foi naquela hora, chuva torrencial. Nem saímos do carro. Na estrada de regresso paramos e arrisquei fotografar o casario. Estavamos longe, perto demais para os 70mm da objetiva. Mas quem quer, arranja formas de fazer. A solução passou por várias imagens e com o auxílio do photoshop preencher alguns pedaços que, devido à chuva e ao frio, não fotografei.

segunda, 11 abril 2016 19:47

JUNTO AO RIO

Hoje é daqueles dias que olho o catálogo de imagens e não vejo nenhuma que me desperte a atenção. O facto de me ter desabituado de ver e editar no monitor do computador portátil influencia muito. Longe da minha mesa de trabalho, a procura por uma publicação é uma tarefa menos fácil. Ao fim de quase uma hora, no meio de tantas fotografias, encontrei uma editada e por publicar. Hoje está feito :)

domingo, 10 abril 2016 20:19

BRINCANDO COM A EDIÇÃO

Após alguns dias ausente do blog, regresso com uma experiência de edição e com votos de boa semana.
Para a primeira imagem utilizei duas ferramentas de edição, o Lightroom e o Nik Analog Efex 2. A segunda imagem tem apenas a edição básica em Lightroom.

segunda, 04 abril 2016 21:09

HARRY POTTER

Para mim é inevitável associar estas escadas a Hogwarts. Será a Professora McGonagall que está nos primeiros degraus?

sábado, 02 abril 2016 17:10

[...]

Cheguei grande, com a promessa dum excelente fim de dia. As nuvens pregaram-me uma partida, reuniram-se no horizonte.
Fugi, pequena, pela lateral.

sexta, 01 abril 2016 18:01

1 DE ABRIL

Hoje posso afirmar que vou voltar a publicar regularmente e vou controlar melhor os minutos.

quinta, 31 março 2016 20:28

HTTP://CLARISSEHENRIQUES.NET

Afastada das imagens mas sem parar de trabalhar.
A ultimas noites foram passadas de volta do website da fotógrafa e amiga Clarisse Henriques. Apesar de faltarem uns detalhes, o principal está feito.
Detalhes, faltarão sempre...

quarta, 23 março 2016 21:39

MINI TRACK DAY 2016

Domingo foi dia de trabalho, de diversão, de testes... O resultado é positivo.
Obrigada Marta Felgueiras, pelo convite. Obrigada a todos os presentes pelo feedback que têm dado.
Quando é o próximo?

Primeiro album com as fotos da manhã:

Fotos do período da manhã.Todas as fotos estão disponíveis para venda, quer em formato digital, impresso ou ambos....

Posted by Rossana Ferreira on Tuesday, March 22, 2016

Segundo album com as fotos da tarde:

Fotos do período da tardeTodas as fotos estão disponíveis para venda, quer em formato digital, impresso ou ambos....

Posted by Rossana Ferreira on Tuesday, March 22, 2016

domingo, 13 março 2016 21:53

HÁ DIAS ...

Há dias em que tudo parece correr menos bem. Ontem foi um desses dias. A minha câmara avariou no início duma sessão fotográfica. A vontade era voltar para casa, procurar quem compreendia o que eu estava a sentir, refugiar-me. E é nestas alturas que o dever fala mais alto. Com equipamento emprestado, fiquei até ao fim, fiz o melhor que consegui e soube.
Se há coisas piores? Sem dúvida, tenho consciência e sei-o por experiência própria. Uma câmara fotográfica não passa dum objeto mas quando há compromissos marcados e não se vislumbram alternativas, um simples objeto vale mais do que realmente deveria valer.

Hoje partilho uma imagem feita na famosa Livraria Lello & Irmão, há uma semana. Um local pejado de turistas onde as atenções se centram nas famosas escadas. Quando não pagavamos entrada, era proíbido fotografar. O que conseguiamos, em horário de expediente, eram imagens roubadas. Agora podemos circular livremente de câmara a tira-colo, deixamos de ter o funcionário "no photo" mas fazer uma fotografia na Lello continua a ser um desafio.

Pág. 7 de 35