sexta, 17 fevereiro 2017 18:14

[DIA 48] MERECIDO DESCANSO

Publicado em UK - West Midlands
sexta, 03 fevereiro 2017 10:40

[DIA 34] OLHAR DA TORRE

Complementamos a visita à Torre com uma volta de carrocel.

quinta, 02 fevereiro 2017 09:40

[DIA 33] OLHAR A TORRE

Em 2016, visitei pela segunda vez a cidade histórica de York e continuo sem ver tudo. É uma cidade culturalmente rica, se tiver direito a uma terceira oportunidade, terei de ficar mais tempo para conhecer.
A Torre de Clifford é uma das principais atrações de York, a maior construção que chegou até aos nossos dias do Castelo de York. Construída inicialmente em madeira, foi palco dum dos mais notáveis, e terríveis, acontecimentos da história Inglesa. Em março de 1190, a população Judaica foi massacrada e cercada na Torre, levando-os a cometerem suicídio em massa. Ao longo dos seus quase 2000 anos de existência a Torre foi muitas vezes destruída e reconstruída.

terça, 17 janeiro 2017 18:56

[DIA 17] MR. PURPLEMAN

Após muitos anos como homem estátua, em busca da felicidade interior, o Purpleman descobriu a sua verdadeira paixão purpura, levar alegria às crianças vítimas da guerra. Na sua primeira viagem, em 2014, foi à zona da guerra, aos campos de refugiados na fronteira da Síria e levou mil peluches às crianças que perderam tudo, muitas até a família, durante o conflito. Em dezembro de 2015, o Purpleman disse adeus à sua bicicleta e às ruas de York. Diz que não voltará às ruas mas assegura que tem um novo plano ambicioso para York, cujos detalhes ainda estão escondidos debaixo do seu chapéu púrpura.
A missão é, no autocarro púrpura, levar brinquedos às crianças sírias. Segundo as suas palavras "tenho esperança de demonstrar que ao bombear a Síria com brinquedos o amor tem mais poder que o ódio e a violência (..) Para que estas crianças tenham um futuro mais optimista e positivo, elas precisam de sentir amor no coração agora".

Apesar do Purpleman ser um ícone, o homem estátua mais famoso da cidade e uma atração turística, eu não tive o prazer de o conhecer na minha primeira visita a York. Em 2016 foi lançado um filme "As Crónicas de Purpleman" e felizmente ele voltou. Desta vez os nossos caminhos cruzaram-se. Agora sou mais uma a aguardar novidades purpuras.

"Mantenham o coração purpura. Foquem-se em todas as coisas boas do mundo e limitem-se a ser incríveis" (Purpleman)

domingo, 15 janeiro 2017 11:54

[DIA 15] HORA DE REGRESSAR

Este fim de semana está no fim. Para a semana teremos mais.
Boa semana.

Publicado em UK - East Midlands
sábado, 14 janeiro 2017 11:40

[DIA 14] EM VIAGEM

Devemos aproveitar todos os momentos para viajar. Conhecer outras realidades expande os nossos horizontes pessoais. Se pudesse passava o tempo na estrada e no ar, por Portugal e pelo Mundo. É falso o mito do "lá fora é que é bom". Vivemos num país repleto de maravilhas inexploradas, provam-no o numero crescente de turistas.

Publicado em Conceptual
sábado, 17 dezembro 2016 20:59

[95.2016] DOIS CORVOS

Perto dum monumento megalítico encontrei dois corvos em amena cavaqueira. Comentavam sobre o movimento em redor das "pedras". Jacob: Vim a voar desde o parque, está cheio.
Artur: Eu vim do lado de cima, a fila tem milhas.
Jacob: E nas estradas secundárias? São muitos os humanos que arriscam pelo meio dos terrenos. Olha estes aqui ao pé de nós, há bocado andavam no meio das vacas e das cabras.
Artur: Eu vi uns a comerem num sítio rodeado de bosta. Depois ainda se dizem racionais.
Como eu também vi o mesmo, tive de dar uma gargalhada. Foi quando os corvos repararam em mim, estivemos ali um pouco à conversa e no fim permitiram que os fotografasse.

Nota do autor: Estando eu junto a um ponto de energia Telúrica, deixem-me levar e, sem explicação humana, compreendi e falei "corvês".

Publicado em UK - South West
sexta, 16 dezembro 2016 20:48

[94.2016] CALENDÁRIO 2017 - DEZEMBRO

Estavamos em julho quando eu fiz esta foto, a pensar no calendário e no mês de dezembro.
Era o penultimo dia em Inglaterra, chegamos a Bath com chuva e frio. Aproveitamos uma aberta para dar um passeio pela cidade e procurar os famosos banhos romanos, que dão nome à cidade. Entramos decididas a não recuar, engolimos em seco ao ver o preço, £15,00, e recuamos sem olhar para trás quando vimos o horário. Restava pouco mais de 30 minutos para encerrar. Não quisemos desafiar a pontualidade britanica.
Vagueamos pelas ruas com dupla tristeza, o fim das férias e não vermos as ruínas. Foi neste espírito que entramos na Abadia de Bath. Fomos furando pelo meio dos muitos visitantes, turistas e residentes, e chegamos a um recanto com velas e muitas bolas de vidro, todas com uma palavra escrita. Em julho ver bolas de Natal expostas desperta a curiosidade. De seguida traduzo o texto que descreve a composição.

"Gritos/Apelos do Coração
Um grupo de mulheres Palestinianas escreveram os gritos dos seus corações nestas bolas de Natal, feitas de vidro Hebraico, usadas originalmente como decorações da árvore de Natal da Abadia, a Árvore da Justiça. O muro, construído no estado de Israel, separa-as daquilo que nós consideramos como um direito adquirido: educação, saúde, pátria, justiça, esperança. A composição conta a sua história, as suas aspirações, os seus sonhos, as suas orações.
Muitos de nós passamos por momentos de rutura e injustiça nas nossas vidas. Deviamos olhar em redor e pensar no que cria segregação e divisão nas nossas próprias vidas, ponderar se não somos nós que construímos muros que nos separam dos outros."

E como hoje é a ultima foto do calendário, deixo-vos com a versão duma música que gosto muito. Aqui cantada à capella pelo grupo Pentatonix. Um original de Leonard Cohen.

Publicado em Conceptual