segunda, 17 abril 2017 19:55

[067/068] PULO DO LOBO

Aproveitei o fim de semana prolongado para contrariar o trânsito e rumar ao Alentejo. A fotografia do Pulo do Lobo, a maior cascata do sul e Portugal fica muito aquém do que vi. Tentei "panoramizar" o melhor possível mas, aqui, só um drone capta o pulo de frente.
Não me canso de repetir, Portugal é uma maravilha!

Quando viramos costas à cascata, a vista é esta. Um rio que segue (quase) sereno em direção à foz.

Publicado em Beja
sexta, 07 abril 2017 20:37

[064] CURRAL DAS FREIRAS

Publicado em Madeira
quinta, 06 abril 2017 20:14

[063] PARAGEM OBRIGATÓRIA

Paisagem a perder de vista, neve no horizonte. Uma paragem obrigatória!

Publicado em Viana do Castelo
terça, 14 fevereiro 2017 18:26

[DIA 45] A PERDER DE VISTA

Fotografar permite-me aliar atividades que gosto muito.
Gosto de fotografar paisagem, mostrar as emoções que os meus olhos me transmitiram no momento de fazer a foto. Por muito breve que seja, fica guardada uma recordação do instante em que olhei e vi.
Gosto de passear, vivo num país maravilhoso e rico em história, gastronomia, paisagem; Tem um pouco de tudo.
Nunca gostei de história na escola mas agora gosto muito de aprender, cada passeio é uma descoberta.

O que menos gosto é da tendência do povo para ver o copo meio vazio. Se perguntamos como está, "vai-se andando". Se sai do trabalho às 19h é "um mouro de trabalho", esquece que ter um trabalho é uma dádiva. Se está desempregado, é "vítima do sistema". Se contrai uma doença, é "um coitado".
Sim, a vida tem altos e baixos. Há tempestades, nem sempre conseguimos ter o que sonhamos. O tempo passa, abdicamos duns sonhos em prol de outros, nem sempre por opção, sem nunca perder de vista um sorriso e o espetáculo da Vida.

O meu desabafo teve origem há umas horas. Cruzei-me com uma amiga na rua que me perguntou como eu estava, respondi-lhe "está tudo bem", a contrarresposta foi um "pois, vai-se andando..." num tom monocórdico, como se o mundo tivesse acabado há uma semana.

Publicado em Portalegre
segunda, 13 fevereiro 2017 19:12

[DIA 44] VAMOS AO CASTELO

Finalmente despachei a gripe. Inicio a semana com um passeio até à bela aldeia medieval de Marvão.
Desta vez paguei para entrar no castelo, um valor quase simbólico. Assim fosse em todos os monumentos, e muitos há em estado deplorável de conservação, e estivessem arranjados.

Publicado em Portalegre
sexta, 03 fevereiro 2017 10:40

[DIA 34] OLHAR DA TORRE

Complementamos a visita à Torre com uma volta de carrocel.

quarta, 11 janeiro 2017 14:39

[DIA 11] CORUCHE

Muitos amigos e conhecidos vão-se especializando em determinados ramos da fotografia. Eu continuo sendo clínica geral, gosto de tudo. O resultado depende da objetiva, da disponibilidade de tempo e do estado de espírito. A fotografia é o meu elixir.
Para hoje escolhi um panorama da Vila de Coruche. A vila de Coruche ergue-se na margem do rio Sorraia, aos pés do templo da Nossa Senhora do Castelo. Lá de cima, a paisagem estende-se a perder de vista, muito além da lezíria do Sorraia.

Publicado em Santarém
quinta, 05 janeiro 2017 18:26

[DIA 5] UM DIA DE SOL

Após alguns dias de chuva, o sol voltou a aquecer o dia. Para celebrar, um panorama dum belo dia de setembro.

Publicado em Lisboa
quarta, 04 janeiro 2017 16:34

[DIA 4] CIDADE DOS ESTUDANTES

Quando a objetiva é curta para mostrar o que os olhos captam, fazemos uma sequência de fotos e criamos um panorama.

Publicado em Coimbra
domingo, 18 dezembro 2016 13:13

[96.2016] PANORAMA INCOMPLETO

Na visita a Roma, visitar a estátua de Moisés era um dos sítios de culto. Nada mais fixei das aulas de história, apenas o pormenor da cabeça de Moisés. Procurei a escultura pelas ruas de Roma. No último dia, decidi que tinha de recorrer à internet. Lá fomos até à Basílica de San Pietro in Vincoli, São Pedro Acorrentado. Fotografei o que queria, Moisés, e restantes pontos interessantes ao meu olhar.
Ao regressar a este pseudo-panorama, decidi investigar um pouco sobre a história por trás do templo e cheguei a uma conclusão, pesquisar é antes e não após. San Pietro in Vincoli não se resume à estátua de Moisés, e Moisés não se resume a uma simples estátua.

Publicado em IT - Rome
Pág. 1 de 3