quinta, 09 março 2017 19:22

[059] QUALQUER HORA É HORA DO CHÁ

Hoje lembrei-me de ir repescar uma fotografia feita com filme e revelada em casa.

E só hoje reparei que perdi a contagem dos dias, algures em finais de fevereiro. Agora resta-me tentar manter algum ritmo e ultrapassar a marca de publicações de 2016.

quarta, 08 março 2017 19:31

[058] LUZ

Para chegarmos à tão falada igualdade faz falta muita luz, há um caminho longo a percorrer.

segunda, 06 março 2017 15:30

[056] OUTRO LADO DA CHUVA

Aproveitei uns intervalos no trabalho para fotografar a chuva. E para voltar religar-me à rede.

quarta, 22 fevereiro 2017 19:24

[DIA 53] PASSEIO AO PASSADO

Entre php, html, css e mysql sobra pouco tempo para as fotografias. Só a teimosia em não quebrar a sequência diária me "obriga" a continuar.

domingo, 19 fevereiro 2017 21:22

[DIA 50] ACREDITAR

Foi um fim de semana duro de trabalho. Há muito tempo que não programava a sério. Depois de passar o sábado a teimar numa pesquisa impossível, hoje bati contra linhas de código que teimavam em não dar certo. Encontrei agora uma solução, não é a melhor, mas funciona. Para já, é tudo o que preciso!
Posso deixar o código por umas horas e voltar às imagens.

quinta, 16 fevereiro 2017 16:12

[DIA 47] BRINCAR NA RUA

Quando o frio dá tréguas e o sol radia, apetece sair para a rua, renovar energias.

quarta, 15 fevereiro 2017 18:42

[DIA 46] ACIMA DAS NUVENS

À altitude de 1810m sentimo-nos acima das nuvens.
O Pico do Arieiro é o terceiro pico mais alto da ilha da Madeira. As vistas são fabulosas, com as nuvens a pairar sobre as fantásticas formações rochosas.. Ouvi alguns turistas comentarem que era um sítio fantástico, acima das expectativas.
Um cenário dificil de descrever, é preciso conhecer.

terça, 14 fevereiro 2017 18:26

[DIA 45] A PERDER DE VISTA

Fotografar permite-me aliar atividades que gosto muito.
Gosto de fotografar paisagem, mostrar as emoções que os meus olhos me transmitiram no momento de fazer a foto. Por muito breve que seja, fica guardada uma recordação do instante em que olhei e vi.
Gosto de passear, vivo num país maravilhoso e rico em história, gastronomia, paisagem; Tem um pouco de tudo.
Nunca gostei de história na escola mas agora gosto muito de aprender, cada passeio é uma descoberta.

O que menos gosto é da tendência do povo para ver o copo meio vazio. Se perguntamos como está, "vai-se andando". Se sai do trabalho às 19h é "um mouro de trabalho", esquece que ter um trabalho é uma dádiva. Se está desempregado, é "vítima do sistema". Se contrai uma doença, é "um coitado".
Sim, a vida tem altos e baixos. Há tempestades, nem sempre conseguimos ter o que sonhamos. O tempo passa, abdicamos duns sonhos em prol de outros, nem sempre por opção, sem nunca perder de vista um sorriso e o espetáculo da Vida.

O meu desabafo teve origem há umas horas. Cruzei-me com uma amiga na rua que me perguntou como eu estava, respondi-lhe "está tudo bem", a contrarresposta foi um "pois, vai-se andando..." num tom monocórdico, como se o mundo tivesse acabado há uma semana.

segunda, 13 fevereiro 2017 19:12

[DIA 44] VAMOS AO CASTELO

Finalmente despachei a gripe. Inicio a semana com um passeio até à bela aldeia medieval de Marvão.
Desta vez paguei para entrar no castelo, um valor quase simbólico. Assim fosse em todos os monumentos, e muitos há em estado deplorável de conservação, e estivessem arranjados.

domingo, 12 fevereiro 2017 15:27

[DIA 43] FLORES EM CASA

Para quem me pediu flores, aqui estão elas.

Pág. 1 de 35